depilação sem lixo com o barbeador de metal safety razor

Toda vez que eu me apresento ou falo do meu projeto, faço questão de lembrar pras pessoas (e pra mim mesma) que não sou “hippie”. Nada contra, mas a ideia aqui não é largar tudo pra ser mais sustentável. É viver no mundo moderno tentando ser menos impactante. E, até agora, a gente tem provado que é fácil, certo?

E aí chegamos onde eu queria e estava sendo um problema pra mim: depilação.

Como quase toda brasileira, eu fazia com cera. Em casa eu usava aqueles refis de roll-on. As axilas, eu usava gilette. Os problemas eram que nenhum desses métodos gerava resíduos 100% recicláveis ou compostáveis. O roll-on da cera é de plástico, difícil (se não impossível) de limpar e vai pro aterro sanitário. Sem contar os paninhos usados pra ajudar a tirar a cera da pele, na sua maioria feitos de tecidos sintéticos que também iam pros aterros. E os gilettes também não são recicláveis porque misturam 2 materiais (plástico e metal das lâminas) que nem a gente nem a coleta seletiva separa pra ser descartado corretamente.

Então eu descobri uma opção bem legal: o barbeador de metal Safety Razor. Ele é um barbeador à moda antiga, trocando só a lâmina (sabe aquela imagem que a gente tem de gilete?) e tendo dois lados pra barbear. Como a lâmina é feita de metal, é 100% reciclável! Yay 🙂 Além disso, vai durar uma vida inteira, pois o cabo é de aço inoxidável. Dependendo do uso, as lâminas precisam ser trocadas em média 1x por mês.

As vantagens são: ele é mais eficiente porque as lâminas são mais afiadas; você não gera resíduos não-recicláveis; não tem dor que nem a cera; depois do 1º ano o custo com lâminas é muito menor que com os descartáveis. E ele é lindo e o que comprei, fabricado no Brasil!

Custo de comprar barbeadores descartáveis por ano: 6 barbeadores (ou 6 lâminas) = R$120
Custo do Safety Razor + 10 lâminas por ano = R$110 (depois do 1º ano, o custo é de cerca de R$15/ano)

Eu com meu Safety Razor montado errado (!) e os diferentes tipos de lâminas que existem.

Confesso que eu estava ansiosa e com medo desse barbeador. Como as lâminas são mais eficazes, tem muitos avisos para não colocar pressão e que você pode se cortar. Eu sou meio estabanada, então já tava vendo um acidente pela frente. Mas fiquei surpresa em ver que foi bem tranquilo e seguro. Eu não comprei espuma de barbear (hehehe) e fiquei apreensiva que ia dar tudo errado depois de ver um vídeo de uma menina ensinando a usar nas pernas. Usei um xampu sólido como sabonete pra fazer espuma (ele não ficou muito bom no meu cabelo, então estou usando pro rosto e agora pra isso porque ele não resseca tanto a pele) e deu tudo certo.

Obs.: cês acreditam que eu montei o meu barbeador errado? :’) Tô chorando aqui de rir! E aí que acabei de inverter a base dele (a primeira foto tá correta) e ficou muuuito mais eficiente (dei uma testadinha) e, claro, mais perigoso de se cortar. Volto com feedbacks caso dê algo errado rs
Dicas de ouro:
Não faça pressão, deixe o barbeador e a lâmina fazerem seu trabalho suavemente.
Faça movimentos curtos, aos poucos e cuidando com a curvatura da área que você está depilando (muuuito cuidado com joelhos e calcanhares!).

De preferência, use uma espuma de barbear boa, pra facilitar a depilação.

Cuidado com o ângulo, tem um jeitinho certo. Clica aqui pra ver a dica em vídeo
Não esqueça de hidratar a pele depois. Pode ser com óleo de coco ou de amêndoas, pra ser natural e sem lixo 🙂

Vai lá:
– Barbeador de metal Safety Razor, Paz em Gaia (R$95)

Autor: Cristal Muniz

Cristal Muniz decidiu em 2015 que iria parar de produzir lixo e por isso criou o blog Um Ano Sem Lixo. Ao longo desses anos já deu várias palestras em escolas, universidades e eventos contando quais são os principais desafios e o que mudou na sua vida para alcançar o objetivo do lixo zero. Um ano virou uma vida e em julho de 2018 publicou o livro Uma vida sem lixo (Editora Alaúde), o primeiro livro sobre como ter uma vida lixo zero do Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Essa é uma das poucas coisas que faltam na minha lista zero lixo e a que me da mais medo! Quando falei pra minha mãe que iria comprar ela ficou louca, dizia que eu já me corto com os babeadores normais…Imagina um desse. Mas, depois de ver seu post (e o vídeo), fiquei muito mais confiante. Obrigada! =)

  • Usei um desses uma vez, mas na época achei ele muito agressivo e minha pele é bem sensível. Talvez eu que tenha utilizado de forma incorreta né…. Vou ver se dou uma chance para ele de novo 🙂
    E fiquei curiosa: como você vai descartar as lâminas (na reciclagem)? Pergunto porque são LÂMINAS, um objeto cortante, e fiquei aqui achando que o descarte deveria ser algo mais específico e cuidadoso…

  • Eu acho que tem super a ver com o ângulo e não fazer pressão, só passar ele de levinho. Minha pele é bem chatinha, aí tem que hidratar bem sempre. Óleo de coco é bom porque tem umas propriedades que ajudam peles sensíveis.
    Obs.: cê viu que eu tinha montado ele errado? Agora ele deve ficar mais agressivo, então qualquer coisa eu volto pra contar.

    Eu tô achando que vou juntar todas as lâminas e levar num ponto de coleta de lixo depois, pra não ter risco de as pessoas se cortarem. 🙂 Mas boa lembrança, vou ver com a empresa aqui o que eles indicariam e adicionar no post!

  • É, tem que tomar cuidado. Zero pressão e delicadeza mil 🙂
    Obs.: cê viu que eu tinha montado ele errado? Agora ele deve ficar mais agressivo, então qualquer coisa eu volto pra contar.
    🙂

  • Cristal, eu uso o depilador elétrico já tem bastante tempo e acho que foi a melhor compra da minha vida. em coisa de 5 minutos depilo a axila e como é pinça, tira na raiz e demora mais pra crescer. Da pra fazer tudo: perna, virilha (simples)… é muito bacana!

  • Oi 🙂 Ai, sim, me falaram já desse depilador elétrico. Mas a vez que eu usei foi muito traumático, doeu muito 🙁 Então não pensei em comprar porque é caro e podia me arrepender. Ainda preciso achar uma solução mais legal pra virilha, seja uma cera feita em casa (tô pra testar uma receita com açúcar) ou laser mesmo.
    Beijinhos!

  • Que bom que você mudou e deixou as "gilettes" de plástico. Eu comentei tempo atrás num post que você fez sobre usar os barbadores descartáveis, que vc deveria parar com eles; se queria não produzir lixo tinha que mudar aos barbeadores de aço. Eu fiquei decepcionada de você e parei de seguir seu blog.

    Agora que bom que você está mais informada no caminho do zero waste lyfestyle, e vou seguir você daqui pra frente 😉

    Mas o preço é uma loucura! Aqui em Curitiba custou 15 reais, de aço inox.

  • Oi, Dolce. Que pena que você parou de seguir o blog por não ter entendido direito o que eu falei. Te respondi nesse post e ressaltei que esse gilete que eu falava era o de metal desde sempre. Jamais indicaria usar o de plástico e metal que não é reciclável e é descartável. Aqui no Brasil falamos gilete como nome do barbeador, talvez tenha sido isso 🙂

    Volte sempre! 😀

  • Eu faço uma cera com açúcar e limão, sensacional! 1 parte de limão espremido para duas partes de açúcar. Cozinha como brigadeiro, até adquirir consistência, e depois espera esfriar pra usar (de preferência espalha enquanto quente (líquido) em uma superfície fria, como mármore ou granito). Quando esfria, fica tipo uma massa de modelar, então não precisa de papel de depilação. Basta colocar na pele, e puxar. É ótimo, é solúvel em água (depois de se depilar não precisa passar óleo, só limpar com água e sabão mesmo), pode descartar no vaso sanitário (derrete na água) e gera lixo nenhum (só a casca do limão e o saco do açúcar). Adoro!!!

  • Eu fiz essa do açúcar, mas não precisei por em superfície fria, apenas deixei virar um melado mais firme um pouquinho esperei amornar e utilizei em pequenas porções com auxilio de um retalho de jeans velho, no estilo "bate e puxa", deu super certo e depois pude lavar o jeans e reaproveitá-lo. E quanto ao resto do melado guardei num potinho de vidro (fora da geladeira mesmo) e quando precisei esquentei no microondas.Eu recomendo!!

  • Olá! Imagino que o local mais adequado para descartar as lâminas usadas seja num coletor de materiais cortantes contaminados, disponíveis em farmácias, hospitais e consultórios. De qualquer forma acho válido perguntar pela sugestão de descarte do fabricante.

  • Oi 🙂 As lâminas não são material contaminado, então acho que seria desperdício jogá-las fora desse jeito. Elas podem ser recicladas. Só é preciso guardar num pote, sinalizar e, sempre que possível, levar até um local pra que ninguém se machuque.

  • Cristal, o modo correto de descartar laminas e agulhas é nesses coletores de hospital. Embora você saiba que não tem nenhuma doença infectocontagiosa e o seu material não esteja contaminado, é assim que se faz por medida sanitária. Nenhuma empresa de reciclagem de metais pode reciclar uma gilete sem supor uma contaminação.

  • Cristal, o modo correto de descartar laminas e agulhas é nesses coletores de hospital. Embora você saiba que não tem nenhuma doença infectocontagiosa e o seu material não esteja contaminado, é assim que se faz por medida sanitária. Nenhuma empresa de reciclagem de metais pode reciclar uma gilete sem supor uma contaminação.

  • Cristal, o modo correto de descartar laminas e agulhas é nesses coletores de hospital. Embora você saiba que não tem nenhuma doença infectocontagiosa e o seu material não esteja contaminado, é assim que se faz por medida sanitária. Nenhuma empresa de reciclagem de metais pode reciclar uma gilete sem supor uma contaminação.

  • eu estou começando minha trajetória zero waste (troquei escova de bambu, coletor menstrual, já faço meus cosméticos) e tenho um longo caminho pela frente ainda… mas esta lâmina me aterroriza! sou muito desastrada! :/

  • Oi, Karina!
    Eu também morria de medo, mas posso dizer que essa (esse modelo, claro) é super segura. Acho que tem a ver com o ângulo que você precisa fazer. Não me cortei nem uma vez e também não me machuquei, da pele ficar ardendo, sabe? Sei que é caro pra dizer "tenta e vê no que dá", mas meu review foi bem positivo. É só ter calma, não fazer pressão e seguir as instruções 😉
    Beijos!

  • Oi, Janine!
    Eu já usei na virilha e foi tranquilo, apesar do nervoso e da muita calma haha 🙂
    Mas eu quero fazer uma cera caseira (meninas comentaram aqui) feita de mel, açúcar e limão! Só que aí vou precisar aprender a fazer em mim mesma (pânico).
    Minha meta é o laser mesmo :((((

    🙂 Beijos!

  • Oi, Cristal! Eu estava pesquisando sobre lixo zero e caí aqui no seu blog. Estou adorando o conteúdo! 😀 Obrigada por compartilhar tantas coisas legais e ensinar tanto!

    Eu vi que vc disse que não comprou espuma de barbear (obviamente rsrs) e que a moça do vídeo usava uma industrializada e q vc disse q uma das dicas de ouro é usar uma boa espuma… Vc tem algum post sobre como fazer uma BOA caseira ou pretende fazer em breve? Eu não sei se é fácil de fazer, mas achei legal a que a moça usava no vídeo das pernas… Será que é difícil de fazer uma daquele tipo?

    Abç!

    Lu

  • Oi, Luciana! Obrigada 🙂

    Boa pergunta. No fim, eu uso sabonete mesmo. O que faço é assim: esfrego o sabonete na perna longe da água do chuveiro. De preferência, com a água fechada nessa hora. Esfrego com a mão muitas vezes, até ficar uma espuma mais "cremosa". E aí depilo a perna toda. Enxaguo e faço a mesma coisa na outra perna. O ideal aqui é usar um sabonete hidratante, pra não ressecar a pele. E hidratar com um óleo depois 🙂

    • Oi Cristal,
      Você tem alguma dica pra depilar buço? Atualmente eu uso aqueles cremes depilatórios nessa região, mas gostaria de saber alguma alternativa, porque gilete nesse caso vai engrossar os pêlos.

      Obrigada.

      • Eu uso esse gilete mesmo, mulher! Faço toda semana e não tive problema nenhum, nem aumentou nem engrossou. E antes eu tinha manchas por causa de cera/esses creminhos que irritavam minha pele.

  • Delys, eu não uso para depilação, mas uso para fazer barba, apesar de preferir o navalhete, que realmente é perigoso.
    Te garanto que a chance de você se cortar é menor do que um barbeador descartável irritar tua pele.
    Vai na fé, que o nome não é Safety Razor a toa. =)

  • Aqui na região que moro (interior de santa catarina) é comum as mulheres se depilarem com uma mistura de mel e limão, se não me engano. Vou em uma depiladora que só usa essa mistura, ela funciona que é uma beleza e parece até que dói menos! Eu não consigo me adaptar o com lâminas, minha pele é muito sensível. Fica ai a dica caso alguém queira pesquisar mais sobre esse assunto 🙂

  • Eu uso um barbeador elétrico masculino nas pernas, porque ele não puxa o pelo (uma dor que acho desnecessária) ele tira o pelo rente a pele como a lâmina descartável, cresce rápido, mas acho mais tranquilo, só que não é possível tirar pelos das axilas e virilhas com ele 🙁
    Quero comprar um desses de inox, mas acho que vou me cortar >.< haha!

    Seu blog é ótimo!!!

  • Comprei um barbeador desse bem safadinho no centro da cidade mas ele nao raspa nada. Confesso que piranguei 130 reformas trabalhistas nesse que vc indicou pois tenho medo de comprar e me decepcionar. To tentando aprender a fazer com a navalha do meu marido, mas confesso que o formato é bem estranho e acabo me cortando. Vale mesmo a pena investir nesse barbeador ai?

  • Se não está cortando é porque a lâmina é falsa ou é muito ruim, você precisa trocar a lâmina e comprar uma boa. A principal diferença dos baratos dos caros é o material: os baratos enferrujam rápido se ficarem molhados, por isso precisam de muito mais cuidado.

  • Eu tô iniciando (a passos bem menores do que eu gostaria) uma caminhada para diminuir meus resíduos… mas não gosto da ideia de raspar os pelos… vi que existem umas ceras ecológicas, que ao serem jogadas na terra se decompõe… mas eu tava pensando mesmo na depilação a laser… minha dúvida é se essa é realmente uma solução sustentável. Não consegui achar nada sobre os resíduos deste método.. você tem alguma informação sobre?

  • Olha, você pode fazer cera também com limão e açúcar. Eu lembro sempre de ver minha mãe fazendo, claro que não é facil acertar de primeira a receita, mas ´ela é totalmente solúvel a agua. E você pode usar jeans para puxar, e por ser fácil de tirar com água, você pode lavar bem facilmente.

  • O maior medo é com relação às regiões íntimas, por já ser muito afiada, e a região ainda mais sensível e de difícil visualização. Já é fácil causar um acidente com um barbeador comum.

  • O que eu poderia dizer sobre isso, é o mesmo que digo sobre a camisinha. Gera um resíduo? Gera. Mas evita que gere outros muito maiores por muito mais tempo, caso não seja feito dessa forma. No caso não sei sobre os resíduos da depilação a laser, mas acredito que não seja algo tão desproporcional ao que comumente viemos usando. É o que pretendo fazer, quando possível.

  • Comprei um assim em Guarulhos, não dessa marca, mas me custou apenas R$3,50 e já veio com uma lâmina. A embalagem é de papel e plástico, mas é perfeitamente possível separar os materiais para reciclar.

  • Comentei com uma senhora minha amiga, e ela disse que faz uma cera quente em casa com açúcar e limão… Como se fosse um caramelo… E usa tecidos 100% algodão pra puxar… E depois lava e reutiliza… Não testei mas tou ansiosa