Dez coisas que eu não compro nem uso mais

Ao longo desses cinco anos, eu fiz muitas trocas e substituições na minha vida para produzir menos lixo e gerar menos desperdício. Por isso, resolvi fazer esse vídeo listando 10 coisas que não compro nem uso mais. 🙂 Vai ser o primeiro de muitos, porque tem muito mais coisa pra citar.

Author: Cristal Muniz

Cristal Muniz decidiu em 2015 que iria parar de produzir lixo e por isso criou o blog Um Ano Sem Lixo. Ao longo desses anos já deu várias palestras em escolas, universidades e eventos contando quais são os principais desafios e o que mudou na sua vida para alcançar o objetivo do lixo zero. Um ano virou uma vida e em julho de 2018 publicou o livro Uma vida sem lixo (Editora Alaúde), o primeiro livro sobre como ter uma vida lixo zero do Brasil.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Cristal, boa tarde.
    Você tem, em SP, um fornecedor de chá e ervas a granel? Eu sou meio chata em comprar isso na Zona Cerealista …
    Um beijo, obrigada

    • Eu não moro em SP, Debora! Mas compro de lojas a granel menorzinhas, de bairro, ao invés dessas como as da zona cerealista. 🙂 Normalmente eles compram em menores quantidades e ta bom. Pra chás refinados eu já comprei na Tea Shop, que é um franquia.

  • Usei shampoo sólido por 1 ano, depois tive uma ótima experiência com um da Lush e meu cabelo nunca mais aceitou os sólidos de outras marcas 🙁
    Depois de 1 ano usando os líquidos estou aproveitando a quarentena pra me readaptar ao sólido mas está muito difícil.
    Seria um sonho se fosse possível comprar shampoo líquido a granel, levar meu pote de vidro e encher. Quem sabe um dia isso rola aqui no Brasil, né?

  • Oi Cristal!
    Meus próximos passos que estou tentando são a pasta de dente e a esponja de louça. Não consigo encontrar o pó de juá por nada nesse mundo, já fui em diversas lojas de granel e não encontro. Vale comprar pela internet, pensando na embalagem que vai vir? Ainda compensa o plástico do tubo de pasta de dente, né? Porque tentei a receita com óleo de coco por um mês e não me adaptei.
    E quanto a esponja, tem mais alguma opção que não a bucha vegetal? Com essa bucha é difícil lavar coisas mais gordurosas ou que grudam e aí a família aqui sempre acaba comprando a esponja comum de novo…
    Obrigada!

    • Oi, Jade. Se você comprar 100g de pó de juá já compensa porque isso dura cerca de 1 ano, viu. Sobre a esponja, tem outras opções no mercado como a esponja de rede de pesca da Nara Guichon, umas escovinhas de cerdas naturais (você pode ver na loja uma vida sem plástico) ou usar em conjunto uma esponja de aço (mas não aquela que estraga e enferruja, aquela mais durável).

    • Pelo que sei, eles não são naturais e livres de todos os ingredientes sintéticos que eu evito, Iliane. Podia melhorar, ainda que não sejam os piores 🙂

  • Adoro comprar chá a granel! Acho muito melhor, mais saboroso!
    Cristal, adorei as tuas dez dicas. A questão do shampoo, das embalagens, me fez pensar…. Eu até destino as tampinhas para o projeto Ecopet, mas mesmo assim… a maior parte vai para a reciclagem…preciso procurar na lojinha que eu vou aqui em Floripa se eles tem. Também fiquei interessada em relação a receita da pasta de dente. Voou verificar os ingredientes.
    Grata pelas dicas!