Receita pra fazer em casa: pó dental

Essa receita era exclusiva do ebook de beleza natural, mas decidi postar aqui também porque acho que é uma opção barata, maravilhosa e que todo mundo tem que saber, copiar e fazer também em casa! A maior parte dos ingredientes você acha a granel e além de baratos eles duram bastante. Xô, tubinho de plástico da pasta!

Eu já tinha ouvido falar do pó de juá pra escovar os dentes, mas quando fui provar percebi que não ia ter como usar ele puro: era super amargo. Então fiz testes com outros ingredientes que iam amenizar o amargor do juá e ao mesmo tempo ficar com um sensorial parecido da pasta de dente comum: refrescante, doce e que fizesse espuma. Queria esse resultado porque algumas pessoas achavam a versão de óleo de coco e bicarbonato muito ruim.

Os pós antes de misturar 🙂

Ingredientes:

  • 2 col. de chá de pó de juá
  • 1 col. de chá de stevia natural em pó ou xylitol
  • 1/2 col. de chá de cravo ou canela em pó
  • 1/2 col. de chá de bicarbonato de sódio
  • 5-7 gotas de óleo essencial de hortelã-pimenta

Como fazer:

  1. Misture todos os ingredientes e misture bem. Sugiro usar um fuê (aquele de bater ovos) bem pequeno pra misturar o óleo essencial uniformemente.
  2. Guarde em um potinho de vidro e use uma colher para colocar o pó na escova de dente ou use uma bisnaga (acha em lojas de embalagens) que facilita o uso.

Cada ingrediente está nessa receita por algum motivo e fiz o máximo pra conseguir informações de pesquisas científicas que expliquem o porquê. No fim do post tem algumas fontes para você ler. Lembrando que a escovação é super importante para prevenir cáries e usar pastas naturais que não tenham flúor não interfere na prevenção caso você faça uma escovação adequada. A pasta de dente é, mais do que nada, um cosmético.

Pó dental já misturado e em cima da escova de dentes.

Pó de juá

O pó de juá é o pó da casca da árvore juazeiro. Ela é rica em saponinas (1), um detergente natural que é o responsável por criar a espuma nessa receita e também, claro pelo seu efeito limpante (surfactante). Em alguns estudos também foi achada uma ação antimicrobiana do pó de juá na escovação (2), bem como uma melhora na limpeza (3) dos dentes.

Onde achar: em feiras livres, mercados municipais especialmente na região Nordeste; em lojas de produtos naturais e a granel no resto do país; na Zona Cerealista em São Paulo.

Stevia natural

A stevia é uma planta que serve como adoçante natural e é muito usada para substituir o açúcar em dietas restritivas. As versões mais comuns são processadas, brancas e com outros ingredientes, mas essa que indico usar é apenas a planta seca e moída. Ela tem um sabor bem doce e, além disso, também tem certo poder contra a placa bacteriana e também anti gengivite (4). Mas confesso que isso eu só descobri depois, minha intenção era usar algo doce natural que pudesse combater o amargor do pó de juá.

Onde achar: lojas de produtos naturais, lojas a granel, feiras de rua que vendam ervas. Não é muito fácil de achar a versão natural.

Cravo em pó

Eu sugiro usar o cravo que tem um efeito refrescante na boca, além de um sabor super gostoso (não é a mesmíssima coisa que comer comidas com cravo). A canela tem a mesma função: um leve sabor que fique mais tempo na boca, porque a gente tem a impressão que ficou limpo de verdade. Digamos que esse seja um ingrediente pro inconsciente rs. Mas o óleo de cravo também tem um poder bactericida e antifúngico (5) (que é mais concentrado), o que sugere que o pó pode ter algum efeito terapêutico também.

Onde achar: lojas a granel na seção de temperos sempre tem as duas opções.

Um jeito de guardar seu pó dental mais prático na hora de usar: em uma bisnaguinha.

Bicarbonato de sódio

O bicarbonato é um abrasivo super seguro (6) de usar para escovar os dentes porque tem uma avaliação como abrasivo leve. É um sal com ph alto, o que ajuda a criar um ambiente impróprio para a proliferação da placa bacteriana enquanto age mecanicamente para tirar a placa dos dentes (7) (8).

Onde achar: em lojas a granel.

Óleo essencial de hortelã-pimenta

O óleo essencial de hortelã-pimenta é super usado na indústria farmacêutica e alimentícia. Ele que dá o efeito refrescante na pasta de dente, em balas e chicletes e outros produtos. Ele tem efeito bactericida, antifúngico e ajuda a combater algumas doenças comuns da boca (9).

Onde achar: lojas de produtos naturais, lojas a granel e lojas veganas.

Fontes:

(1) AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIMICROBIANA E DO PODER SURFACTANTE DAS SAPONINAS DO JUÁ (Ziziphus joazeiro) MODIFICADAS ENZIMATICAMENTE, Natália Ney Lyrio. Disponível aqui.

(2) Jesus TP. Estudo “In vitro” do efeito da entrecasca do juazeiro (Zizyphus joazeiro Mart.) sobre depósitos formados por amostra placogênica de Streptococcus mutans. Departamento de Biologia do Centro de Ciências da Universidade Federal do Ceará. Cien Cult 1983; Supl., 35(7): 82-3.

(3) Falcão LEITE, Angéllica; BONINI, Gabriela; IMPARATO, José Carlos; RAGGIO, Daniela; MENEZES, Valdenice; CABRAL, Renata. Avaliação da Eficácia da Escova Ecológica e do Juá no Controle de Biofilme Dentário em Crianças. Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada, vol. 12, núm. 3, julio-septiembre, 2012, pp. 337-343. Disponível aqui.

(4) Effectiveness of stevia as a mouthrinse among 12-15-year-old schoolchildren in Nellore district, Andhra Pradesh – A randomized controlled trial. Disponível aqui.

(5) Clove: A Champion Spice. Parle Milind and Kanna Deepa. Disponível aqui.

(6) Baking soda as an abrasive in toothpastes. Mechanism of action and safety and effectiveness considerations. Anderson T. Hara, DDS, MSD, PhD; Cecilia P. Turssi, DDS, MSD, PhD. Disponível aqui.

(7) Enhancement of plaque removal by baking soda toothpastes from less accessible areas in the dentition. Thong SHooper WXu YGhassemi AWinston A. Disponível aqui.

(8) A four-week clinical study to evaluate and compare the effectiveness of a baking soda dentifrice and an antimicrobial dentifrice in reducing plaque. Randomized controlled trial. Ghassemi A, et al. J Clin Dent. 2008. Disponível aqui.

(9) Antimicrobial efficacy of five essential oils against oral pathogens: An in vitro study. Nilima Thosar, Silpi Basak, Rakesh N. Bahadure, and Monali Rajurkar. Disponível aqui.


Gostou desse post? Ele é possível graças ao apoio dos assinantes do Catarse, um jeito de financiar a produção de conteúdo que seja livre de propaganda e realmente independente. A partir de apenas R$7 mensais você ajuda a manter essa produção de conteúdo que dá autonomia na hora das escolhas do dia a dia e ensina a sermos questionadores além de receber uma newsletter e concorrer a sorteios exclusivos. Apoie você também.

Autor: Cristal Muniz

Cristal Muniz decidiu em 2015 que iria parar de produzir lixo e por isso criou o blog Um Ano Sem Lixo. Ao longo desses anos já deu várias palestras em escolas, universidades e eventos contando quais são os principais desafios e o que mudou na sua vida para alcançar o objetivo do lixo zero. Um ano virou uma vida e em julho de 2018 publicou o livro Uma vida sem lixo (Editora Alaúde), o primeiro livro sobre como ter uma vida lixo zero do Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Adorei, Cristal! Sou de Florianópolis também e gostaria de saber onde achou o stevia natural, pois também tenho certa dificuldade em encontrar e às vezes acabo comprando online.

  • Obrigada, adoro seu blog!
    Vc acha que poderia substituír o óleo essencial? Tenho melaleuca, copaíba, limão tahiti e alecrim.
    Agradeço muito pelo seu trabalho.
    Beijos
    Becca

    • O de melaleuca tem propriedades antifungicas e bactericidas, mas um sabor horrível. Dá pra fazer sem também. 🙂

  • Oi Cristal!
    Primeiro quero te parabenizar pelo seu trabalho!
    Depois, te perguntar se o pó continua tendo efeito sem o bicarbonato. Eu entendi a importância dele, mas em contato com minha pele, ele me dá uma super alergia (e imagino que não será diferente na boca).

    • Continua sim! Mas a quantidade no pó e que você vai usar por vez é muito pequena, então é provável que não tenha o efeito do desodorante – são lugares diferentes, usos diferentes. No desodorante ele também fica em contato com a pele o dia todo.

  • Obrigada pela receita 🙂
    Você acha que (ou já testou se) funcionaria misturar o pó dental ao óleo de coco, para tentar formar uma pasta? Penso que ajudaria na utilização se a textura fosse pastosa.
    Adoro seu trabalho,
    Mariana

  • você podia fazer um post falando sobre as propriedades e usos e avisos sobre as manteigas vegetais! sobre os óleos também seria legal.

    • Não dá pra precisar validade de cosmético feito em casa, mas essa receita dura sem estragar o tempo de uso: cerca de um mês. Sempre importante não botar colher molhada dentro, jamais a escova e deixar sempre bem fechado.