Discos reutilizáveis de crochê (e algodão) pra tirar maquiagem

Várias pessoas me perguntavam o que eu fazia (ou faria) com o algodão pra tirar a maquiagem. Como eu não sou uma pessoa que segue lá muitas rotinas de beleza (hehe), nunca tinha pensado em um substituto que não produzisse lixo até que um dia vi no blog The Midnight Blog (que não existe mais, chateadíssima!) um post sobre os discos retutilizáveis de algodão que ela usava pra tirar maquiagem e outras coisas de rosto. Foi um momento “meu deus, que coisa genial, simples e… por que eu nunca pensei nisso antes?”. A partir daí, passei a sugerir essa ideia pra todo mundo que me perguntava: fazer discos de algodão, usar toalhas mais velhinhas, etc.

Depois, como eu estava fazendo várias coisas da vida com a Letícia queridíssima da Amora Handmade, que faz trabalhos em tricô e crochê, pensei que podia ser uma boa fazer alguma coisa com essa técnica pra essa função. Falando com ela, pensamos que disquinhos de crochê podiam ser uma boa alternativa e foi aí que surgiu essa ideia:

Então, ao invés de usar as bolinhas de algodão quimicamente tratado, transgênico, poluente e que vira lixo de banheiro e vai para os aterros sanitários (um combo de coisas ruins!), a gente pode trocar isso tudo por uma solução simples: discos reutilizáveis de algodão:
– São super baratos pra fazer, você pode usar toalhas velhinhas, cortar e reutilizar esse tecido. Ou fazer os discos de crochê, só precisa de uma agulha, um tutorial simples e linha feita de 100% algodão (de preferência, orgânico).

– São super macios, apesar de todo mundo perguntar se não são muito ásperos. E não tem problema usar toalha não, só não pode esfregar como se não houvesse amanhã.

– A textura do crochê inclusive ajuda a tirar melhor a maquiagem, principalmente dos olhos. É muito bom, mesmo!

– Os discos provavelmente vão ficar manchados da maquiagem, mas ninguém vai morrer não é mesmo? 🙂

– Além de tirar a maquiagem, você pode usar eles para: passar tônico, máscaras, esfoliantes, etc.

Pra ler mais:
– Sobre o documentário True Cost, que fala sobre moda (e também sobre algodão)
– Transgênicos na moda também tem (sobre algodão transgênico)

Autor: Cristal Muniz

Cristal Muniz decidiu em 2015 que iria parar de produzir lixo e por isso criou o blog Um Ano Sem Lixo. Ao longo desses anos já deu várias palestras em escolas, universidades e eventos contando quais são os principais desafios e o que mudou na sua vida para alcançar o objetivo do lixo zero. Um ano virou uma vida e em julho de 2018 publicou o livro Uma vida sem lixo (Editora Alaúde), o primeiro livro sobre como ter uma vida lixo zero do Brasil.

Deixe uma resposta para Tati Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *