Dicas pra trabalhar de casa (na quarentena ou não)

Crédito: Felipe Machado

Eu trabalho de casa tem quase cinco anos já. No começo eu tive várias dificuldades, a sensação de não estar trabalhando, a dificuldade de concentração, tudo isso que muita gente tem enfrentado por causa do isolamento e da obrigação de trabalhar de casa. Decidi fazer esse post pra ajudar com algumas dicas e coisas que implementei e fizeram meu trabalho ficar muito mais tranquilo mesmo de casa.

Eu leio sobre organização tem muitos anos, não só porque gosto das coisas alinhadas e organizadas, mas também porque fazia muita coisa e me sentia muito sobrecarregada (eu fiz 2 faculdades ao mesmo tempo durante um tempo, sempre trabalhando, foi bem puxado). Esse post tem basicamente as dicas que aprendi com a Thais, do blog Vida Organizada, porque é lá onde vejo a maior parte das coisas. Eu recomendo demais que, se você estiver sobrecarregado, entre lá e leia tudo o que puder pra implementar o que melhor funcionar pra você.

Quando eu penso sustentabilidade, eu também penso na sustentabilidade das coisas não só com impacto ambiental de produção, extração e descarte, mas também da saúde mental das pessoas. O trabalho precisa ser sustentável (financeiramente, psicologicamente) pra gente. Por isso achei que seria legal compartilhar o que pratico aqui. 🙂

Desligue as notificações do seu celular – todas mesmo

Você quer se concentrar? Então desligue as notificações do seu celular caso você não trabalhe com atendimento ou respostas, obviamente. Se você para 1s pra ver uma notificação no meio de um trabalho de concentração, perde todo o fio da meada. Somando o estresse todo da pandemia, não sei você, mas aqui tá difícil demais de se concentrar. É claro que eu vejo o celular e as conversas com frequência, mas assim você não pauta todo seu dia nas urgências e demandas dos outros – que às vezes são diferentes e atrapalham o que você havia planejado pra si mesma/o.

Estabeleça uma rotina matinal, logo ao acordar

Crie uma rotina diária onde você só pega seu celular e entra na internet depois da rotina matinal: acordar, tomar café da manhã, respirar, conversar com os moradores da casa, dar comida pros bichinhos, fazer algo com seus filhos como dar o café-da-manhã, fazer sua higiene pessoal, meditar, alongar, o que mais você considerar importante. Não vai ter acontecido nada de muito importante em 24h que você não possa saber só depois de colocar os pés em terra firme.

Tanto faz a hora que você estabeleceu pra acordar ou se acordou um dia mais tarde que outro. Pra mim, essa rotina logo ao acordar me permite acordar de verdade, garantir um critério (ou vários) pra começar o dia e, estando sempre em casa, permite que eu não atropele coisas importantes como comer direito ou escovar os dentes e tirar o pijama. Fazer isso dá uma sensação de que estou me preparando pra sair de casa e ir trabalhar, mesmo que eu só vá até o escritório – entre o quarto e a sala.

Faça o intervalo do almoço de verdade

Almoce sem telas, planeje sua alimentação (vou fazer um post só sobre isso em breve!) e garanta um tempinho adequado de intervalo – a gente precisa descansar sim. Eu gosto de colocar um alarme no celular pra hora de voltar ao trabalho, porque a hora de ir almoçar não precisa, a barriga sempre avisa hehe. Mas se você é do tipo que perde a hora do almoço trabalhando, quem sabe vale o lembrete de ir comer também.

Crédito: Felipe Machado

Descubra a ordem de trabalho que funciona melhor pra você

Alternativa 1: fazer o trabalho focado, mais difícil, primeiro

Se você precisa, entre em contato com seus colegas de trabalho. Se der, foque na tarefa que você precisa entregar no dia ANTES de checar emails e conversas (sim, eu sei que você tá pensando que é impossível). Com a cabeça vazia, você consegue ficar relativamente bem pra trabalhar. Antes do almoço dê uma olhada no seu email pra ver se tem algo urgente, mas não responda nada que não demore mais de 2min ainda.

Agora sim: depois do almoço responda tudo o que chegou desde ontem, marque os emails que precisam de alguma ação (falar com fulano pra responder ciclano), os que você ainda está esperando uma resposta, etc. Se precisar de mais tempo pra terminar a tarefa do dia, continue. Se não, veja nas suas listas de tarefas quais coisas você pode ir fazendo hoje.

Alternativa 2: fazer o trabalho focado, mais difícil, depois do almoço

Eu faço assim aqui. Primeiro olho as mensagens, emails e vejo se chegou algo importante ou urgente. Verifico na minha agenda se tem algo importante pro dia. Faço as conversas com as pessoas com quem trabalho, respondo emails, dou aquela conferida geral. Gosto de fazer isso primeiro porque senão eu fico nervosa achando que tô perdendo algo e não consigo me concentrar na tarefa do dia.

Depois do almoço, sabendo que tá tudo conversado e encaminhado, eu sento pra fazer tarefas grandes que demoram bastante tempo como editar vídeos, escrever esse post, planejar postagens, fazer fotos, escrever o texto da newsletter e em alguns dias, ler o livro do clube de leitura (é trabalho!).

Estabeleça um espaço “do trabalho”

Eu tenho um escritório em casa. Como trabalho há anos em casa sozinha, escolhi um apto com um quarto só pra isso quando me mudei da minha kitnet. Eu gosto porque eu literalmente fecho a porta e “saio” do meu trabalho. Mas, se você está tendo que trabalhar da mesa da sala, da cozinha ou do quarto, eu recomendo que você “abra e feche” o escritório. No fim do dia, desligue o computador e dê uma organizada na mesa pra que não fique aquela cara de “vem dar uma trabalhadinha a mais hoje”.

Faça uma coisa de cada vez

Quando eu ficava muito perdida, eu normalmente tinha 3453469 abas abertas no navegador e estava tentando fazer umas respectivas 2348234 coisas ao mesmo tempo junto com estender roupa, varrer a casa e lavar a louça. Você quer ser eficiente? Faça uma coisa por vez. Pra ajudar, quando tenho muitas tarefas em um dia, eu uso a técnica Pomodoro: coloco um timer de 25min e foco total naquela tarefa. Depois pulo pra outra tarefa e assim vai. Eu faço um intervalo de 5min a cada 25min.

Parece pouco tempo, mas principalmente pras tarefas chatas que a gente gosta de procrastinar, isso ajuda porque são “só 25min”. E, para minha surpresa, eu percebi que normalmente eu acabo bem antes dos 25min!

Espero que essas dicas ajudem você! Com a vida organizada, conseguindo fazer o que precisamos, a gente consegue ser mais consciente nas escolhas de comida, cosméticos, produtos de limpeza. 🙂

Author: Cristal Muniz

Cristal Muniz decidiu em 2015 que iria parar de produzir lixo e por isso criou o blog Um Ano Sem Lixo. Ao longo desses anos já deu várias palestras em escolas, universidades e eventos contando quais são os principais desafios e o que mudou na sua vida para alcançar o objetivo do lixo zero. Um ano virou uma vida e em julho de 2018 publicou o livro Uma vida sem lixo (Editora Alaúde), o primeiro livro sobre como ter uma vida lixo zero do Brasil.

Deixe um comentário para mariane Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Adorei o seu post, Quando fiquei em casa por causa da quarentena na minha cidade fiquei bem perdida por que eu fazia tudo ao mesmo tempo e chegava ao final do dia com aquele sentimento de que fiz tudo e nada, estava cansada e frustrada por que achava que não tinha feito o meu melhor. Eu não tenho um escritório ainda então montava meu trabalho no meu quarto mesmo e não conseguia separar muito bem as coisas mas adorei as ideias que você passou, esse negócio de separar as tarefas por tempo também achei muito bom.

    Adorei muito mesmo o seu texto, acredito que pode ajudar muita gente, parabéns!

  • Bem legais essas organizações que você falou, Cristal!
    O Ayurveda considera que o dia tem, na divisão das horas, a divisão das energias dos doshas. Com isso, o horário Pitta do dia, que é melhor para realizar tarefas mentais complexas e talvez, de maior produtividade é entre 10h e 14h. Já para inspirações, atividades criativas, o melhor seria fazer no horário Vata, entre 14h e 18h. Dá uma olhadinha em Ayurveda Hours no google imagens, que você encontra todos horários e “o que fazer” em cada hora. Claro que não é uma regra, mas as vezes traz mais consciência para nosso estado em cada horário e o que realmente ficamos potencializados em cada um.
    Um abraço!

    • Eu amo o ayurveda! Sei bem pouco, mas já tinha lido sobre esses horários do dia. Eu faço isso meio sem querer, porque antes do almoço respondo coisas que precisa de mais agilidade e rapidez e, depois, faço coisas que demandam mais concentração e foco.

  • Olá, Cristal! Obrigada pelas dicas! Percebi que eu faço uma mescla das suas alternativas 1 e 2, pois também fico nervosa se não vejo as mensagens antes de começar… mas coloco um limite de tempo só pra ver como estão as coisas e começo as ‘metas’ do dia antes de ir almoçar. Caso dê tudo errado, ainda tenho o período da tarde para me empenhar mais na tarefa. Mas o home office todo dia está sendo novidade… coisas da pandemia. Acompanho a Thais também! Aliás, a sua newsletter e a dela são as únicas que me permiti cadastrar no e-mail do trabalho. Assim, quando tem conteúdo novo, eu me presenteio com esse momento de leitura sempre pertinente e útil, para a vida e pro trabalho. 🙂 Muita saúde pra vc! Beijo.

  • Eu adorei o post! Trabalho em casa fazem 2 anos. No início foi muito difícil, pois ficava pensando no trabalho da casa também, minha amiga me disse que eu ia me confundir como aconteceu com ela, mas hoje está tudo mais organizado.
    Seu post me ajudou ainda mais e irá ajudar muita gente que ser encontra perdida nessa situação.
    Obrigada Cristal!
    Grande beijo em seu coração!
    Sheila Sabino

  • Adorei as dicas! Vou super tentar aplicar esse hábito de olhar mensagens no celular só depois de já ter “colocado os pés em terra firme”, e também a dica de recolher os itens de trabalho da mesa. 🙂