Metas pro ano novo

Calendário LINDO da Brunna Mancuso

Confesso que foi difícil pensar em metas pra esse ano novo. Primeiro porque tenho MUITAS, mas que não tem nada a ver com o Um Ano Sem Lixo, são pessoais. Depois porque todas elas são uma maior: zerar o lixo. Então eu resolvi destrinchar um pouco em coisas que sei que são problemáticas e que, principalmente em 2016, não consegui resolver.

Parar de usar papel higiênico

Eu sei que eu falo disso desde que comecei o projeto, mas antes eu morava em um apartamento que não tinha como instalar uma ducha higiênica sem quebrar parede — e como ela alugado, cês entendem que não rolou, né? Nesse outro apartamento eu acho que tenho como instalar pela pia, mas acabei me enrolando porque tinham outras coisas do próprio apto pra resolver antes. Mas é isso.   O que vou fazer? Instalar uma ducha higiênica no banheiro de casa e ao invés de usar papel, vou usar toalhinhas que serão lavadas.

Reavaliar o que posso melhorar em cada cômodo da casa

A vida é assim: a gente muda uma coisa, parece impossível realizar essa mudança, mas depois de um tempo você nem lembra como era a vida antes da mudança. Quero dar uma melhorada e otimizada, apesar de saber que já resolvi vários problemas. A gente sempre pode melhorar, e quero compartilhar com vocês como eu faço tudo pra ver se posso diminuir AINDA MAIS o lixo. 😉   O que vou fazer? Série de posts pro blog contando o que tem no meu banheiro, no quarto, na cozinha, na sala e no escritório. O lixo que é produzido, o que é evitado e o que ainda pode mudar. 🙂

Veganizar

Não sou vegana, sou ovolactovegetariana. Ou seja, como derivados de leite e ovos apesar de não comer carnes. Quero tentar deixar minha cozinha em casa vegetariana primeiro e antes de mais nada, sem derivados de leite nem ovos. Cuidar mais e me preocupar mais com cosméticos testados em animais (apesar de quase sempre escolher essas opções hoje em dia, não é um cuidado específico). Enfim, evoluir nessa questão. Acredito muito em uma mudança gradual, então aos poucos vou dando updates por aqui.   O que vou fazer? Tirar os derivados de leite e ovos de casa, primeiro. Depois, evitar comer essas opções na rua. Prestar mais atenção em produtos e cosméticos cruelty-free e não testados em animais.

Fazer uma limpa digital

Sempre falo em ter menos, em se preocupar com menos coisas. Mas tem um quesito que precisa muito de uma limpa: minhas coisas digitais. Recebo um milhão de newsletters que nem sei mais o que são, sigo pessoas que não adicionam nada na minha vida mais, passo horas vendo coisas que não tem nada a ver com o que quero ler.    O que vou fazer? Me descadastrar de to-das as newsletters que não façam sentido, como a maioria das lojas, sites de notícias, etc. Deixar de seguir no Instagram, no Twitter e no Facebook as pessoas que não fazem mais sentido. Tentar uma calmaria digital. 🙂

Organizar melhor o clube de filmes e livros sobre sustentabilidade

Falei aqui que ia começar um clube sobre livros e filmes sobre sustentabilidade e adivinha? Já falhei miseravelmente. Preciso pensar em um jeito que dê menos trabalho pra mim, pra que a gente consiga assistir e ler os livros sem que eu segure demais as rédeas. Vamos ver, acho que pensei em uma solução mais soltinha. 😉   O que vou fazer? Pensar em uma solução pra que o clube de filmes e livros sobre sustentabilidade role durante o ano todo de 2017! 😉

Autor: Cristal Muniz

Cristal Muniz decidiu em 2015 que iria parar de produzir lixo e por isso criou o blog Um Ano Sem Lixo. Ao longo desses anos já deu várias palestras em escolas, universidades e eventos contando quais são os principais desafios e o que mudou na sua vida para alcançar o objetivo do lixo zero. Um ano virou uma vida e em julho de 2018 publicou o livro Uma vida sem lixo (Editora Alaúde), o primeiro livro sobre como ter uma vida lixo zero do Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Mt bom, Cristal! Adotei o hábito de usar a ducha e percebi uma redução significativa do volume do lixo do banheiro. Tb comecei veganizando em casa, e me fez um bem danado! Hj ainda como derivados e ovos na rua (eu costumo dizer q faço isso socialmente, rs), mas diminuí aos montes o consumo deles – mais do q eu imaginava… AMO o blog e vou pelo msm caminho, d implantar mudanças e avaliá-las/repensá-las sempre… E o gatilho delas sem dúvida foi o UASL! Feliz 2017 e obrigada pelas dicas!!!

  • Gostei dos teus objectivos =)
    Eu tenho um chuveiro do lado da sanita que uso sempre que vou urinar, so uso papel para o resto =)
    Tambem sou ovo-lacto, e ainda como algum peixe, mas quero eliminar o peixe por completo. E também evitar mais os ovos e o leite.

    Sophie.

  • Eu utilizo a ducha, a minha estragou e nossa, o consumo de papel aumentou além de ter que ter todo cuidado com o lixinho do banheiro pra não ficar fedorzinho, eu moro sozinha, antes da duchinha estragar tirava o lixinho a cada três dias… tenho metas tb para esse ano, só que não tão audaciosas eu diria, mas caminhando caminhando xará. Bjxxxxxx

  • Cristal, excelentes escolhas, como sempre. Torço para que consiga colocar em prática tudo o que voce acredita. Uma dica: o documentário Food Choices, que é MUITO esclarecedor, e o livro "Por que amamos cachorros, comemos porcos e vestimos vacas", da Melanie Joy. Foi ele que me fez me tornar vegana, embora não fale necessariamente sobre a industria do leite e dos ovos.

    Beijin!