Links imperdíveis da semana #15

1. Teve essa matéria falando sobre o uso indevido dos agrotóxicos nos alimentos aqui no Brasil. Como as notícias não são boas e a fiscalização é péssima (o que significa que a maioria dos alimentos mais agrotóxico do que o permitido) prefira sempre orgânicos, produzidos perto de você. Alimentos sem venenos, mais frescos e com menos custo ambiental.

2. Esse lembrete sobre o algodão orgânico lá do blog Review.

3. Essa receita de um pesto de folhas de cenoura (!) do site Modefica para não desperdiçá-las e não jogá-las fora 😉

4. Teve essa notícia sobre Ruanda que proibiu as sacolas plásticas e as tornou ilegais desde 2008! E não para por aí: eles estão querendo proibir o plástico em outros itens também, querendo se tornar o primeiro país livre de plástico do mundo! Curiosíssima de como isso vai ser pensado e feito.

5. Tá rolando uma votação na página do Senado sobre um projeto que determina que as embalagens de bebidas açucaradas contenham advertência sobre os malefícios do consumo abusivo dessas bebidas. Vamos votar?

6. A notícia que o Reino Unido vai construir fábrica para reciclar as fraldas e absorventes descartáveis! O que é muito importante, já que esses itens, que misturam entre outras coisas, plásticos, vão pros lixos comuns. E o legal é que não vai ser incinerado, a ideia é reaproveitar os materiais.

7. Lembrei dessa campanha de uma rede de mercados franceses para incentivar o consumo dos vegetais “feios”. Vocês conhecem?

Para ver mais links imperdíveis, clique aqui.  

Autor: Cristal Muniz

Cristal Muniz decidiu em 2015 que iria parar de produzir lixo e por isso criou o blog Um Ano Sem Lixo. Ao longo desses anos já deu várias palestras em escolas, universidades e eventos contando quais são os principais desafios e o que mudou na sua vida para alcançar o objetivo do lixo zero. Um ano virou uma vida e em julho de 2018 publicou o livro Uma vida sem lixo (Editora Alaúde), o primeiro livro sobre como ter uma vida lixo zero do Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *